O alimento está vencido. Posso comê-lo?

BATEU AQUELA FOME E, AO ABRIR A GELADEIRA OU A DESPENSA, JUSTAMENTE AQUELA COMIDA QUE DESEJAMOS ESTÁ COM O PRAZO DE VALIDADE VENCIDO. O QUE FAZER? COMER OU NÃO COMER, EIS A QUESTÃO. 

Como vem estabelecido o prazo de validade dos alimentos.

Estudos são feitos para determinar o tempo de vida de um produto na prateleira a partir de amostras avaliadas sob certas condições e por quanto tempo se deterioram.

Os testes são feitos em ambientes com umidade e temperatura controladas. Entretanto, eles não levam em conta a presença de microrganismos ao longo do tempo de acordo com os padrões estabelecidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).  O que esses testes checam, na verdade, é a previsão da validade dos produtos.

De acordo com Roger Barbosa, coordenador do curso de Engenharia de Alimentos da Unesp, podem ocorrer variações no uso da matéria-prima do produto, causando alterações no resultado.

Por exemplo, os testes com produtos não-refrigerados são submetidos a uma temperatura mais elevada do que a registrada em uma cidade mais quente onde serão vendidos, conforme explicou o especialista ao UOL.

Afinal, há algum problema em comer um produto vencido?

Teoricamente, pode-se comer um produto vencido, porque a validade deles têm uma certa margem de segurança. O consumidor tem um prazo esticado por cerca de 10 dias para consumir o produto, já que, por exemplo, um produto com validade de 30 dias, na verdade, tem validade até 40 dias.

Entretanto, na prática, os especialistas não recomendam comer produtos vencidos. A justificativa é que, passado o prazo, não há como garantir a qualidade do alimento. 

Alimento vencido na prateleira do supermercado!

O Código de Defesa do Consumidor, de acordo com o Idec, afirma que o fornecedor é responsável por reembolsar o consumidor caso ele adquira um alimento com data de validade vencida, alterada, adulterada, falsificada ou fraudada. O ressarcimento pode ser em dinheiro ou por substituição do mesmo produto por outro dentro do prazo de validade.

Se o consumidor comprar um alimento embalado e somente ao abri-lo perceber que ele está deteriorado, o prazo de reclamação é contado a partir da data em que o problema foi constatado.

Esteja atento, porque se o produto for consumido após o prazo de validade, mesmo que tenha passado apenas um dia, o fabricante está isento de qualquer responsabilidade.

O melhor mesmo é verificar, sempre que for comprar um produto, a data da validade no estabelecimento em que for realizada a compra. Assim você se garante e não sai no prejuízo, nem no bolso e nem na saúde.

Fonte: Green Me