Pós-graduação em Oncologia Multidiciplinar

Pós-Graduação em Oncologia Multidisciplinar

Objetivos do curso

GERAL: Formar profissionais aptos ao exercício em oncologia nas empresas e serviços da saúde, por meio de conhecimentos específicos para a atividade laboral.

ESPECÍFICOS 

? Proporcionar aos estudantes estudo e discussão dos princípios teórico-práticos que norteiam a oncologia em diversos aspectos da atuação dos profissionais.

? Formar profissionais para conhecer e identificar as demandas de oncologia nas empresas e serviços de saúde. ? Compreender o compromisso do especialista como agente da mudança, através da aplicabilidade prática em oncologia.

INVESTIMENTO

MATRÍCULA R$89,90 MATRÍCULA R$89,90

 

VALORES E CONDIÇÕES

 

Solicite agora mais informações

e valores do curso

 

 

> SOLICITAR
 

 

  • Carga horária

    Carga horária

    O curso tem carga
    horária de 420h.
  • Certificação

    Certificação

    Ao final do curso você receberá seu certificado.
  • Acessibilidade

    Acessibilidade

    Assista as aulas de qualquer dispositivo.
  • Disponibilidade

    Disponibilidade

    Tempo de acesso é deimediato ao realizar a inscrição.

Capítulo 1: Profissão Enfermagem: Fundamentos e Bases. 1.1. História da
Enfermagem e sua evolução como profissão: qualificando as habilidades
necessárias para a profissão. 1.2. Principais campos de atuação do enfermeiro.
1.3. Enfermeiros na Educação em Saúde: como atuam os professores em
Enfermagem.
Capítulo 2: Assistência de Enfermagem na Atenção Primária. 1.1. Diagnósticos de
Enfermagem: Conhecendo o NANDA na Prática – International Nursing Diagnoses.
1.2. Saúde Íntima: A Enfermagem no Controle da Sífilis, HIV e outras ISTS. 1.3. A
Enfermagem no Controle da Natalidade e no Combate ao Aborto. 1.4. Doenças
Prevalentes na Infância.
Capítulo 3: Procedimentos de Enfermagem. 1.1. Atuação do Enfermeiro Obstetra
dentro do parto normal. 1.2. Lavagem das Mãos: Técnicas Corretas e Sondagem
Nasogástrica. 1.3. A Enfermagem no Controle de Epidemias e Pandemias:
Segurança do Profissional e do Paciente. 1.4. Cuidados com Feridas: Controle e
Prevenção de Lesões por Pressão e Troca de Curativos. 1.5. Anatomia e Fisiologia
do Corpo Humano.
Capítulo 4: Assistência de Enfermagem na Atenção Terciária: Realidade Hospitalar.
1.1. Higiene do Paciente Acamado: Cuidados Orais, Cuidados Corpóreos e Banho
no Leito. 1.2. Administração de Medicamentos e Controle da Pressão Arterial. 1.3.
Reanimação Cardiopulmonar de Crianças e Adultos. 1.4. Primeiros Socorros para
Vítimas de Envenenamentos e Afogamentos. 1.5. Primeiros Socorros para Vítimas
de Engasgamentos e Tentativas de Suicídio: Crianças e Adultos.
Capítulo 5: Profissão Enfermeiro: Uma Visão Amplificada. 1.1. Enfermagem e
Saúde Mental. 1.2. Quem Cuida de Quem Cuida: Os Desafios da Profissão do
Enfermeiro. 1.3. Humanização em Enfermagem e Valorização da Classe
Profissional: Uma profissão do Cuidado e Não da Cura.

Profa. Esp. Maiara Ricalde Machado Avanci  –  http://lattes.cnpq.br/8403889527229519

Capítulo 1: Manejo da dor no paciente oncológico. 1.1. A dor como um diagnóstico.
1.2. Escalas de mensuração da dor, anamnese e outras avaliações. 1.3. Dor
oncológica. 1.4. Profissionais do manejo.
Capítulo 2: Cuidados Paliativos em Fase Terminal. 2.1. Princípios básicos do
cuidado paliativo. 2.2. Técnicas de cuidado paliativo. 2.3. Aspectos Ético-Jurídicos
da paliação. 2.4. A Enfermagem nos cuidados paliativos. 2.5. Eutanásia e
ortotanásia.
Capítulo 3: Espiritualidade do paciente em fase terminal. 3.1. Bioética. 3.2. Direitos
Humanos. 3.3. Cuidado Espiritual ao Paciente Terminal e Formação dos
Profissionais de Saúde. 3.4. Pesquisas em Saúde e Religião. 3.5. Psicologia do
Luto.
Capítulo 4: Desfechos de saúde e comorbidades no paciente oncológico. 4.1. UTI –
Unidade de Terapia Intensiva. 4.2. Abordagem Clínica e Terapêutica da Mucosite
Oral. 4.3. Desfechos clínicos da radioterapia e quimioterapia. 4.4. Depressão em
pacientes com câncer.
Capítulo 5: Câncer e oncologia pediátrica. 5.1. Fisiopatologia do Câncer. 5.2. Tipos
de Câncer. 5.3. Câncer e Crescimento Celular. 5.4. Câncer infantojuvenil.

Profa. Esp. Maiara Ricalde Machado Avanci – http://lattes.cnpq.br/8403889527229519

Capítulo 1: Aspectos gerais da epidemiologia do câncer. 1.1: Distribuição e
estatísticas dos tipos de cânceres no Brasil e no mundo. 1.2: Causas e prevenção
do câncer. 1.3: Formas de tratamento para os diferentes tipos de cânceres.
Capítulo 2: Câncer de mama e nos sistemas reprodutores femininos e masculinos.
2.1: Possíveis causas e fatores genéticos envolvidos com o desenvolvimento do
câncer de mama. 2.2 Pesquisas atuais relacionadas com o câncer de mama. 2.3:
Possíveis causas e fatores genéticos envolvidos com o desenvolvimento dos
cânceres nos sistemas reprodutores femininos e masculinos. 2.4: Pesquisas atuais
relacionadas com o canceres nos sistemas reprodutores
Capítulo 3: Cânceres do trato respiratório e digestivo. 3.1: Possíveis causas
relacionadas aos cânceres do trato respiratório. 3.2: Avanços nas pesquisas sobre
os cânceres do trato respiratório. 3.3: Possíveis causas relacionadas aos cânceres
do trato digestivo. 3.4: Avanços nas pesquisas sobre os cânceres do trato
respiratório.
Capítulo 4: Câncer de pele e relação microrganismos versus câncer. 4.1: Possíveis
causas do câncer de pele e seus diferentes tipos. 4.2: Avanços nas pesquisas
sobre o câncer de pele. 4.3: Relação microrganismos versus câncer.
Capítulo 5: Epigenética do câncer e avanços tecnológicos na área da oncologia.
5.1: O que é epigenética e qual a sua relação com o câncer. 5.2: Quais implicações
a epigenética fornece para os diferentes tipos de cânceres. 5.3: Novas perspectivas
para o diagnóstico e tratamentos de câncer.

Prof. Ma. Maria Lorenza Leal Motta – http://lattes.cnpq.br/4910429951690751

Capítulo 1. Emergências Metabólicas e Hematológicas. 1.1 Distúrbios do sódio. 1.2
Distúrbios do Cálcio 1.3 Distúrbios do Potássio. 1.4 Síndrome da Secreção
inapropriada ADH. 1.5 Síndrome de Lise Tumoral. 1.6 Síndrome de
Hiperviscosidade. 1.7 Hiperleucocitose. 1.8 Coagulação intravascular disseminada.
Capítulo 2. Emergências Neurológicas e Cardiovasculares. 2.1 Síndrome de
compressão medular aguda oncológica. 2.2 Metástases em SNC. 2.3
Tamponamento cardíaco. 2.4 Síndrome da Veia Cava Superior. 2.5 Trombose
associada ao Câncer. 2.6 Derrame pericárdico. 2.7 Arritmias.
Capítulo 3. Emergências Respiratórias. 3.1 Insuficiência Respiratória Aguda. 3.2
Derrame pleural neoplásico.
Capítulo 4. Emergências Abdominal. 4.1 Abdome não cirúrgico: Ascite relacionada
a malignidade. 4.2 Abdome não cirúrgico: Falência hepática fulminante. 4.3
Abdome não cirúrgico: Enterocolite Neutropênica. 4.4 Abdome Cirúrgico: Obstrução
Intestinal Baixa no Pct Oncológico. 4.5 Abdome Cirúrgico: Hemorragia Intra
Abdomnial em Oncologia.
Capítulo 5. Emergências Urológicas e Infecciosas. 5.1 Obstrução do trato urinário
superior. 5.2 Obstrução do trato urinário inferior. 5.3 Neutropenia febril. 5.4
Complicações dos cateteres venosos centrais. 5.5 Sepse.

Prof. Esp.Flávia Mendes Lorençone – http://lattes.cnpq.br/1471322328429952

 

Capítulo 1. CENÁRIO DO CÂNCER NO MUNDO E NO BRASIL. 1.1 Conceito de
Neoplasia. 1.2 Classificação das neoplasias. 1.3 Comportamento Biológico. 1.4
Histogênese e Organogênese. 1.5 Estadiamento.
Capítulo 2. DETECTAÇÃO PRECOCE. 2.1 Diagnóstico. 2.2 Causas de Câncer. 2.3
Câncer in sito e invasivo. 2.4 Recomendações para detectação precoce. 2.5
Rastreamento.
Capítulo 3. TIPOS DE TRATAMENTOS. 3.1 Quimioterapia oral e endovenosa. 3.2
Radioterapia. 3.3 Hormonioterapia. 3.4 Imunoterapia/Terapia alvo. 3.5
Biossimilares.
Capítulo 4. PRINCIPAIS EFEITOS COLATERAIS. 4.1 Perda de cabelo. 4.2
Nauseas e Vômitos. 4.3 Lesões de Pele. 4.4 Febre e infecção. 4.5 Diarréia.
Capítulo 5. PRINCIPAIS TIPOS DE CÂNCER. 5.1 Câncer de cavidade oral (boca).
5.2 Câncer de cólon e reto. 5.3 Câncer de estomago. 5.4 Câncer de mama. 5.5
Câncer de pele.

Profa. Esp. Mayara Góes dos Santos – http://lattes.cnpq.br/8502227132156477

Capítulo 1. EPIDEMIOLOGIA DO CÂNCER. 1.1 Conceito e Magnitude/Incidência.
1.2 Estatísticas relacionadas ao tipo de câncer que leva a óbito. 1.3 Tipos de
câncer que afetam as crianças. 1.4 Oncogênese. 1.5 Nomenclatura dos
tumores/canceres.
Capítulo 2. EVENTOS ADVEROS RELACIONADOS AOS TRATAMENTOS
ONCOLOGICOS. 2.1 Anemia. 2.2 Neutropenia. 2.3 Trombocitopenia. 2.4 Naúsea e
Vômito. 2.5 Diarréia.
Capítulo 3. QUIMIOTERÁPICOS ENDOVENOSOS. 3.1 Protocolos de infusão. 3.2
Cateteres Periféricos e Centrais. 3.3 Port-a-cath. 3.4 PICC. 3.5 Assistência
relacionada a medicamentos Quimioterápicos.
Capítulo 4 LESÕES DE PELE NA ONCOLOGIA. 4.1 Tratamento e Recomendações
em Enfermagem. 4.2 Classificação das feridas oncológicas. 4.3 Dermatite
associada ao excesso de exsudação. 4.4 Controle de Hemorragia. 4.5 Prurido. 4.6
Dor e odor.
Capítulo 5 ASSISTÊNCIA E DIREITOS DOS PACIENTES ONCOLÓGICOS

CIRÚRGICOS E PALIATIVOS. 5.1 Pré-Operatório. 5.2 Intraoperatório. 5.3 Pós-
operatório. 5.4 Cuidados Paliativos. 5.5 Direitos sociais dos pacientes oncológicos.

Profa. Esp. Mayara Góes dos Santos – http://lattes.cnpq.br/8502227132156477

Capítulo 1: Câncer: uma problema de saúde pública. 1.1 Contexto histórico. 1.2
Relevância Pública.
Capítulo 2: Arcabouço legal da Política Nacional de Atenção Oncológica. 2.1
Portaria MS 2,439 de 08/12/2005 – Política Nacional de Atenção Oncológica. 2.2
Portaria SAS no 741, de 19.12.2005 – Unidades de Assistência de Alta
Complexidade em Oncologia, os Centros de Assistência de Alta Complexidade em
Oncologia (CACON) e os Centros de Referência de Alta Complexidade em
Oncologia e suas aptidões e qualidades. 2.3 Portaria SCTIE no 10, de 17.10.2011-
Rede Nacional de Desenvolvimento e Inovação em fármacos Anticâncer. 2.4
Portaria SCTIE no 12, de 03.12.2011 – Rede Nacional de Pesquisa Clínica em
câncer. 2.5 LEI No 14.238, DE 19 DE NOVEMBRO DE 2021- Estatuto da Pessoa
com câncer. 2.6 Lei 14.308/2022- Política Nacional de Atenção Oncológica em
Pediatria. 2.7 Políticas e ações para prevenção do câncer no Brasil.
Capítulo 3: Instituto Nacional do Câncer. 3.1 Contexto histórico e arcabouço legal.
3.2 Atribuições. 3.3 Ações e programas do Ministério de Saúde com participação do
INCA.
Capítulo 4: Programas Nacionais de Combate ao câncer. 4.1 Programa Nacional do
Câncer de Mama. 4.2 Programa Nacional do CÂncer do Colo do útero. 4.3
Programa Nacional do Controle do Tabagismo.
Capítulo 5: Direitos da pessoa com câncer. 5.1 Direitos institucionais. 5.2 Direitos
assistenciais e sociais. 5.3 Direitos patrinomiais.

Prof. Esp. Priscilla De Araujo Pereira Monteiro – http://lattes.cnpq.br/3021259706466311

Capítulo 1. A hipótese e o diagnóstico nutricional em âmbito multidisciplinar. 1.1
Utilizando o critério GRADE (Grading of Recommendations, Assessment,
Development and Evaluation). 1.2 Métodos de triagem e avaliação nutricional que
podem ser aplicados a população oncológica. 1.3 Métodos utilizados para avaliar a
sarcopenia.
Capítulo 2. Principais complicações decorrentes dos efeitos adversos do tratamento
oncológico. 2.1 Aplicação de métodos para avaliação de ingestão alimentar em
pacientes oncológicos. 2.2 Estabelecimento da terapia nutricional. 2.3 Ferramentas
e estratégicas para melhorar a aceitação alimentar.
Capitulo 3. Terapia nutricional no paciente em tratamento cirúrgico, em
quimioterapia e radioterapia, e transplante de células-tronco hematopoiéticas. 3.1
Determinação das necessidades nutricionais e a indicação de suplementação oral.
3.2 Cuidados nutricionais no manejo dos efeitos colaterais de drogas
antineoplásicas.
Capítulo 4. Avaliação da funcionalidade para o paciente com câncer na ótica da

OMS. 4.1 Performance Status do Eastern Cooperative Oncology Group (ECOG-
PS). 4.2 Índice de Barthel, o Índice de Lawton. 4.3 Short Physical Performance

Battery e a velocidade da marcha.
Capitulo 5. Cuidado e educação nutricional para os pacientes em tratamento
oncológico em equipe multiprofissional. 5.1 Manejo nutricional e imunonutrição ao
longo do tratamento. 5.2 Estratégias nutricionais e protocolos de acompanhamento

Prof. Dra. Karla Rejane de Andrade Porto – http://lattes.cnpq.br/4741758170936916
Prof. Daniela Wanderley de Mendonça Bonazoni – http://lattes.cnpq.br/9225709501025238

Capítulo 1: Fundamentos da Farmacologia Oncológica. 1.1 Agentes
Antineoplásicos e de Suporte. 1.2 Classes Especiais de Medicamentos em
Oncologia. 1.3 Antineoplásicos Orais e radiofármacos em Oncologia. 1.4 Vias
Usuais e Especiais de Administração de Antineoplásicos.
Capítulo 2: Farmacologia nos Cuidados Paliativos. 2.1 Farmacovigilância em
oncologia. 2.2 Segurança do Paciente Oncológico. 2.3 Farmacologia da Dor em
Oncologia.
Capítulo 3: Boas Práticas Clínicas Farmacêuticas em Oncologia. 3.1 Oncologia
Clínica e avaliação do paciente Oncológico. 3.2 Semiologia e sua Aplicação à
Prática Farmacêutica. 3.3 Interpretação Clínica de Exames Laboratoriais em
Oncologia. 3.4 Assistência Farmacêutica a Pacientes em Uso de Antineoplásicos
Orais.
Capítulo 4: Fundamentos Técnicos- Científicos da Farmacoterapia de Neoplasias.
4.1 Acompanhamento Farmacoterapêutico: da admissão a alta hospitalar. 4.2
Farmacoterapia de Tumores Sólidos. 4.3 Farmacoterapia de Tumores em
Hematologia.
Capítulo 5: Boas Práticas Farmacotécnicas em Oncologia. 5.1 Requisitos
Estruturais e Humanos de uma Unidade de Preparo de Medicamentos
Antineoplásicos. 5.2 Biossegurança, Controle e Garantia de Qualidade na Central
de Misturas.

Prof. Ma. Layza Sá Rocha – http://lattes.cnpq.br/2228958215717016

CAPÍTULO 1: Saúde e qualidade vida do paciente oncológico. 1.1 O impacto do
diagnóstico nas emoções. 1.2 Impactos na saúde mental e seu adoecimento. 1.3
Avaliação e intervenções psicológicas.
CAPÍTULO 2: O impacto do câncer na família. 2.1 O sofrimento familiar. 2.2
Atenção à saúde do cuidador. 2.3 A família enlutada.
CAPÍTULO 3: Os impactos do câncer infanto-juvenil no desenvolvimento. 3.1 O
desenvolvimento infantil. 3.2 A mudança na dinâmica familiar. 3.3 A criança no
ambiente hospitalar.
CAPÍTULO 4: O paciente crítico e a terminalidade. 4.1 O paciente hospitalizado. 4.2
Humanização. 4.3 A equipe multidisciplinar.
CAPÍTULO 5: Ressignificação pós-tratamento. 5.1 A sensação de sobreviver. 5.2 A
espiritualidade como estratégia de enfrentamento. 5.3 Grupos de apoio e ações na
comunidade para o paciente oncológico.

Prof. Esp. Fernanda Lourenço Esteves Côrrea da Silva Cava – http://lattes.cnpq.br/9296744548928294

Unidade 1 – Conceitos de Políticas Públicas

1.1 Formulação das Políticas
1.2 Políticas em saúde no Brasil
Unidade 2 – Sistema Único de Saúde (SUS)
2.1 Princípio da Integralidade em Saúde
2.2 Princípio da Universalidade em Saúde
Unidade 3 – Princípio da Equidade em Saúde
3.1 Princípio da Regionalização no SUS
3.2 Princípio da Participação Particular em Saúde
Unidade 4 – Descentralização da Administração do Sistema de Saúde
4.1 Subsistema de Atenção ao Indígena (silvícola)
4.2 Teoria da capacidade aplicada ao índio
4.3 Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas
4.4 Sistema de Bancos de Sangue
4.5 Regulamentação da saúde no Brasil
Unidade 5 – Direito à Saúde na Constituição Federal de 1988
5.1 Política Nacional de Medicamentos do SUS
5.2 Responsabilidade do Estado e direito à saúde no Brasil
5.3 Responsabilidade civil
5.4 Excludentes de responsabilidade civil
5.5 Responsabilidade Civil do Sistema de Saúde

Prof. Msc. Michel Canuto de Sena – http://lattes.cnpq.br/2121160985935943

Profissionais graduados nas áreas de saúde, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos, terapêutas e demais profissionais da área da saúde com interesse em atuar na Oncologia.

Fale Conosco pelo WhatsApp
preloader